Que sou eu *Mauri Zeügo*

Meus caminhos intermináveis trouxeram-me até aqui, meus dias de alegria, tristeza, risos e cara feia. Sou tudo e nada. Feito um gato vadio que de telhado em telhado sempre encontra um cesto quente com um novelo de lã ou linha velha que nos remetem aos dias da infância. Tão saudoso à família sou eu. Nos últimos anos tenho tentado ser mais homem e menos animal, raciocinar sempre ao invés de seguir instintos que provocariam uma guerra. Sou humano enfim, tenho meus anseios e desejos e com esses, posso ser o que eu quiser. Cada pessoa tem seus defeitos e qualidades, porém, são os pequenos detalhes que nos tornam cada vez mais especiais e únicos. Sou Mauri Eurico Santos Zeügo e este é meu mundo. Seja Bem Vindo!

Mauri (14.01.1999)

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Quando (30/05/2013)

Quando...
Quando estamos longe, penso em ti;
Quando estou triste, tu me alegra;
Quando sinto frio, tu me aqueces;

Quando tenho fome, tu me sacias;
Quando falta-me ar, tu me assopras;
Quando falta-me água, tu me refrescas;

Quando tenho medo, tu me proteges;
Quando estou inseguro, tu me dá forças;
Quando bate a carência, tu me abraças;
Quando bate a solidão, tu me beijas;

Quando o mundo está contra nós, lutamos sempre juntos;
Quando a terra tremer, nos agarramos firmes;
Quando o chão some, somos únicos e inseparáveis;

Quando o fim termina, começamos novamente;
Quando nada faz sentido, amamo-nos por igual;
Quando temos pesadelos, acordamos juntos;

Quando procuramos um ao outro na cama, encontramos o amor - único e verdadeiro.
Sem mais surpresas, descobrimos a cada dia a presença maravilhosa da paixão
E do amor que cresce a cada dia dentro de nós e temos a certeza de que nascemos um para o outro.

Meu solzinho iluminado, tu és a razão da vida minha, jamais esqueça-te do quanto eu o amo e te quero perto de mim.
Tenha um dia iluminado e cheio de coisas boas e pense sempre em nós dois juntinhos.

Te amo muito, meu "Solzinho Iluminado"...

Por: Mauri Zeurgo