Que sou eu *Mauri Zeügo*

Meus caminhos intermináveis trouxeram-me até aqui, meus dias de alegria, tristeza, risos e cara feia. Sou tudo e nada. Feito um gato vadio que de telhado em telhado sempre encontra um cesto quente com um novelo de lã ou linha velha que nos remetem aos dias da infância. Tão saudoso à família sou eu. Nos últimos anos tenho tentado ser mais homem e menos animal, raciocinar sempre ao invés de seguir instintos que provocariam uma guerra. Sou humano enfim, tenho meus anseios e desejos e com esses, posso ser o que eu quiser. Cada pessoa tem seus defeitos e qualidades, porém, são os pequenos detalhes que nos tornam cada vez mais especiais e únicos. Sou Mauri Eurico Santos Zeügo e este é meu mundo. Seja Bem Vindo!

Mauri (14.01.1999)

domingo, 20 de abril de 2014

Desapego (14.01.2014 – 12:00am)

Olhos vendados e ossos ensanguentados,
Diante dessa grande tempestade
Você desaparece na escuridão do tempo;

Essa chuva silenciosa que traz o cheiro da terra
Faz emanar de meu peito uma dor imensa
Que acalma somente com a presença tua;

Enchestes meu coração
Com um amor envenenado,
Supriu minha alma com
Seus maiores pecados;

Ao longo do caminho
Eu aprendi a crescer,
Num novo mundo
E num novo horizonte;

Tantas lágrimas e mentiras
Foi-se com seus suspiros e sussurros.

Hoje o tempo não cessa pra mim
E tudo é ilimitado e infinito.

Começo a subir mais e mais alto,
Estou a embainhar a minha espada,
Esperando para assistir na primeira fila
A sua derradeira derrota e fracasso;

Tenho um coração batendo forte em mim
E seu silêncio mata-me pelas vias de fato,
Tendo sacrificado seu amor pela liberdade;

O tempo de abrir os olhos chegou
Onde suas impunidades serão reveladas e punidas;
Meu grande amor, quero ver  a luz dos seus olhos
Brilhando em nosso paraíso,
E Juntos poderemos pintar a cores um novo amanhecer;
Viver, sentir, chorar e sonhar - Sentimo-nos tão bem.
Sabendo que existe um sol que nascerá pra nós todos os dias;

E mesmo se chover, você e eu dançaremos nessa chuva,
E mais ninguém poderá nos parar,
Porque esse amor é eterno e único...
Que seja lindo enquanto dure...

Por: Mauri Zeurgo