Que sou eu *Mauri Zeügo*

Meus caminhos intermináveis trouxeram-me até aqui, meus dias de alegria, tristeza, risos e cara feia. Sou tudo e nada. Feito um gato vadio que de telhado em telhado sempre encontra um cesto quente com um novelo de lã ou linha velha que nos remetem aos dias da infância. Tão saudoso à família sou eu. Nos últimos anos tenho tentado ser mais homem e menos animal, raciocinar sempre ao invés de seguir instintos que provocariam uma guerra. Sou humano enfim, tenho meus anseios e desejos e com esses, posso ser o que eu quiser. Cada pessoa tem seus defeitos e qualidades, porém, são os pequenos detalhes que nos tornam cada vez mais especiais e únicos. Sou Mauri Eurico Santos Zeügo e este é meu mundo. Seja Bem Vindo!

Mauri (14.01.1999)

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Coração Sem Luz - Terra Firme (14.02.2015)

"Deus move as pedras da forma correta em terrenos planos ou não. Basta o seu coração estar no caminho certo para sentir o tremor da terra..."
Perante Deus, somos pedras de tamanhos, formas, pesos e direcionamentos diferentes, mas aos olhos Dele somos os mesmos no quesito jornada pela vida.
O Criador sabe de todas as coisas e de tudo sobre nós, Ele nos movimenta como pedras num longo terreno a qual damos o nome de vida.
Cada qual com problemas e rotinas diferentes, formas e resoluções complexas e únicas, mas ao mesmo tempo, se pararmos pra pensar, Deus nos une e nos separa da forma certa e no tempo ideal aos seus olhos.
Em nosso meio, deparamos com pessoas, amizades e amores sem dar atenção a nós mesmos, somos colocados numa jaula com leões e tigres, mas sabendo evoluir suas táticas de comprometimento, transformamos essas feras em lindos gatos siameses que nos suprem da carência, da falta de atenção, do amor que nos preenche a tal ponto que achamos ter a vida ganha e pensamos estar completos até o momento de uma grande decepção.
As inquietudes do coração dão vazão aos pensamentos infiéis e insuláveis que faz num único bater gerar muitos amores, tornando assim o amor infiel, adúltero e infantil em casos extremos ou de puro interesse carnal, físico e até mesmo material.
Ao pensar num sentimento tão doce, puro, servil e bajulador, poderíamos pensar somente em algo feito de cristal, algo intocável e inquebrável. Mas, nada disso se faz jus dentro daquele peito cruel e seco, que nada mais vê à sua frente, senão a bonança das riquezas e do reconhecimento.
Ao afirmar que Deus sabe o que faz, tomo consciência plena de que tudo na vida é um ensinamento senil e que precisamos de tempo para que nosso intelecto e capacidades mentais sejam afetados com o avanço da nossa trajetória em nosso curso natural de vida. E ao pisar em terra firme, devemos saber que nosso objetivo é traçado e basta encontrar-se com o destino para que realmente enxerguemos quem somos e com quem andamos.
Para cada falso amor, uma palavra sincera entre milhões de mentiras e traições é jogada ao vento, trazendo-nos a verdade e a intenção real do grande lobo negro, que feito o breu da noite nos cobre com seu manto escuro e garras longas e afiadas, tirando de nós o brilho, o sorriso, o carisma e até mesmo a própria vida.
Lançados ao abismo, somente Ele nos salvará e punirá o gigantesco animal das sombras, nos trazendo assim, uma nova etapa em nossas vidas, um novo sorriso, um novo abraço e um novo amor, eterno e único.


Mauri Zeurgo

Nenhum comentário:

Postar um comentário